skip to Main Content
Descubra 3 Destinos De Cachoeiras Para Conhecer De Motorhome

Descubra 3 destinos de cachoeiras para conhecer de motorhome

Autor: Mídia.Crawl

E mais: guia da Wheelstels dá dicas de onde estacionar a sua casa móvel e seleciona a melhor cachoeira para conhecer em cada destino

Se você é um aventureiro nato, não tem medo de água fria e acredita que não existe lugar melhor para renovar as energias do que em uma cachoeira, então esse post é para você! Fugindo um pouco do comum, criamos esse guia no qual você não só conhecerá alguns destinos com belas cachoeiras do Brasil, como também terá dicas de onde estacionar o seu motorhome. Sim, porque a nossa aventura também inclui a casa móvel!

Visconde de Mauá (RJ)

Situado em um trecho encantador da Serra da Mantiqueira, Visconde de Mauá tem ares de destino romântico. Por lá, a natureza é considerada um de seus principais atrativos, com cachoeiras e paisagens de serra.

Entre maio, quando acontece o Mês do Pinhão, e o fim do inverno, a cidade costuma ficar lotada. Portanto, se você está em busca de sossego, prefira a primavera ou o verão.

Cachoeira

Vale do Alcantilado

Há quem defina o local como um paraíso no meio da floresta. No total, são 9 quedas em uma subida de 1,5km — portanto, reserve um dia todo pra conhecer. A trilha é bem demarcada e sinalizada, com degraus e corrimões para ajudar na subida.

Durante o trajeto, que pode ser considerado íngreme, as cachoeiras vão aparecendo em sequência. São elas: Cachoeirinha, que tem um poço tranquilo e espaço amplo para piquenique; Poço da Areia, com queda pequena e piscina rasa; Poço das Raízes, com poço e queda um pouco maiores; Cachoeira do Açude, uma das mais bonitas; Cachoeira da Muralha, com várias quedas que descem pelas pedras; Cachoeira do Lajeado, mais fina e comprida; Cachoeira da Toca, que fica escondida por pedras; Cachoeira da Gruta do Granito, a segunda mais alta e finalmente, Cachoeira do Alcantilado, com 50m de altura.

Das nove cachoeiras, oito são permitidas para banho — a exceção é a do Alcantilado. O Vale do Alcantilado fica aberto de domingo a domingo, das 8h às 16h. Por estar dentro de uma propriedade privada, é cobrada uma taxa por pessoa.

Para estacionar

Barragem´s Camping

Próximo ao centro de Maringá, região mais badalada de Visconde de Mauá, o camping conta com cerca de 14 mil m² de área totalmente arborizada. Os banheiros são individuais (com água quente), há uma área própria para lavar louças e roupas, cantina, quadra de vôlei e ponto de luz 220 vts.

Para quem vai de motorhome, a boa notícia é que o Barragem´s Camping possui módulos específico para RVs, com água, tomadas e ponto de descarte de água.

Serra do Cipó (MG)

A 95 km de Belo Horizonte, Serra do Cipó é um verdadeiro refúgio de ecoturismo. Isso porque a região é protegida por um parque nacional de 34 mil hectares, com nascentes, cachoeiras, riachos, cânions, além de ser habitat de lobos-guarás e tamanduás-bandeira.

Cachoeira

Cânion das Bandeirinhas

Você vai precisar de fôlego para chegar até ela, mas vai valer todo o esforço. A trilha é longa, com cerca de 24 km ida de volta. A boa notícia? Ela é relativamente plana e os rios que cortam o trajeto refrescam a caminhada. Alguns visitantes, inclusive, optam por fazer o percurso de bike. A entrada se dá pela portaria do Parque Nacional. As trilhas são bem sinalizadas e o nível de dificuldade fica entre fácil e moderado.

O Cânion das Bandeirinhas possui um paredão de 80m de altura e 4km de extensão. Nele você poderá ver uma sucessão de cascatas, cachoeiras e piscinas naturais de águas cristalinas.

Para estacionar

Camping Grande Pedreira

Com um ambiente tranquilo, o Camping Grande Pedreira é todo gramado e arborizado. Ele tem capacidade para 800 barracas, incluindo 12 vestiários, chuveiro quente e estacionamento.

Os RVs são aceitos, com módulos específico para eles, com água, tomadas e ponto de descarte de água.

Bonito (MS)

Apesar do destino ser conhecido por suas piscinas naturais paradisíacas, Bonito também não decepciona no quesito cachoeiras. Tanto é verdade que turistas de todo o mundo procuram a região o ano inteiro para ficar em contato com a natureza — o local já foi eleito diversas vezes como o melhor lugar do Brasil para fazer ecoturismo.

A cidade possui uma ótima infraestrutura para quem gosta de aventura, com diversas trilhas, banhos de cachoeiras, mergulhos em águas cristalinas e passeios de bike.

A época da seca, entre junho e agosto, é considerada a melhor para ir ao destino. Entre dezembro e janeiro, período das férias escolares, as cachoeiras ficam mais volumosas, mas a procura pelos passeios é intensa e as chuvas podem deixar as águas turvas.

Cachoeira

Boca da Onça

A maior cachoeira do Mato Grosso do Sul está em Bonito. Com 156m de altura, a Boca da Onça é reconhecida não só por ter a maior queda d’água do estado, mas por ser uma das maiores belezas naturais do Brasil.

Para chegar até ela é preciso percorrer uma trilha sombreada de 4km e uma escadaria com 886 degraus até o alto. Durante o trajeto, você passará por mais de dez quedas, sendo três delas com banho permitido.

Por lá, os turistas podem não apenas se refrescar nas piscinas naturais, mas também curtir um rapel de 90m de altura em negativo.

Para estacionar

Camping Rio Formoso

Localizado a 6.4km de Bonito, o Camping Rio Formoso é um excelente local para quem não abre mão do contato com a natureza.

Os banheiros são amplos, com duchas de água quente, pias e sanitários individuais. O local também dispõe de quiosques, churrasqueiras, iluminação e postes com tomadas 110v e 220v.

Para aqueles que viajam com sua casa móvel, há um estacionamento exclusivo para o seu motorhome, onde é possível desfrutar do canto dos pássaros e com muito verde ao redor.

Gostou? Então responde para a gente: qual será seu próximo destino?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top