skip to Main Content
Seguros Para Viajantes: Garantindo Um Passeio Mais Tranquilo

Seguros para viajantes: garantindo um passeio mais tranquilo

Autor: Mídia.Crawl

Imprevistos podem acontecer a todo momento, inclusive em sua viagem — você sabe como se resguardar? Conheça as modalidades de seguro mais recomendadas aos viajantes

Quem não gosta de pegar a estrada e conhecer novos destinos? Seja com veículo próprio ou alugado, colocar as mãos no volante e viajar via terrestre pode trazer experiências incríveis. Mas, para que as lembranças sejam de fato boas, tenha em mente que imprevistos acontecem. Por isso, nada melhor do que se precaver: fazer os seguros necessários pode evitar muita dor de cabeça e lhe permitir viajar com mais tranquilidade.

Continue lendo esse artigo e descubra quais são os seguros mais recomendados para quem não abre mão das estradas!

 

  • Seguro Viagem

 

No Brasil e na maioria dos outros países, o seguro viagem é facultativo. Mas, saiba que em algumas localidades ele é obrigatório. Na Europa, por exemplo, os países participantes do Tratado de Schengen exigem um seguro com valor mínimo para assistência médica. Na Venezuela, Cuba e Austrália a contratação também é obrigatória. Por isso, quando definir roteiros que envolvam outros países, verifique as recomendações e leis locais.

De modo geral, cada corretora de seguros tem planos de Seguro Viagem diferenciados, e muitos deles são feitos por localidade e meio de transporte (aéreo, terrestre ou via mar) justamente para suprir essas necessidades.

Independente das variáveis, todos eles visam prestar auxílio médico, odontológico, jurídico, ressarcimento e indenização em caso de morte acidental ou invalidez.

Além de evitar gastos extras na viagem, há outras comodidades bastante atrativas. “O seguro viagem ajuda o segurado a achar assistência médica com agilidade e na sua língua, e isso faz toda a diferença na hora da emergência. Além, é claro, de não ter a despesa financeira”, explica Priscila Visacre, responsável pela Allié Corretora de Seguros.

 

  • Seguro Auto

 

A especialista ressalta as principais diferenças entre o seguro auto e o seguro viagem, reforçando que as modalidades não se excluem. “O seguro viagem garante valores para assistência médica e odontológica, morte acidental, invalidez por acidente, traslado do paciente se não tiver condições de voltar e até mesmo traslado do corpo, se for o caso. Pode dar assistência jurídica, pagamento de fiança, extravio de bagagem e assistência 24 horas”, explica, “enquanto isso, o seguro auto garante o bem segurado, o carro e os danos a terceiros, materiais e corporais”.

É importante salientar que no seguro auto existe a possibilidade de contratar o cobertura de Acidentes Pessoais por Passageiro (APP), que cobre os passageiros no caso de invalidez, despesas médicas hospitalares ou morte em caso de acidentes do veículo. “Mas, ela não cobre a assistência hospitalar no caso de um mal súbito, por exemplo, ou demais assistências e vantagens que o seguro viagem oferece e que alguns países exigem”, reforça Priscila.

Outro detalhe que merece atenção na definição do seguro auto diz respeito ao guincho. “Vale lembrar que as assistências 24h e de guincho têm que estar disponíveis na região, no caso o Mercosul. Aliás, no mesmo país, verifique também a cobertura de guincho, que é por distância normalmente”, orienta a especialista.

Embora o seguro auto não seja obrigatório, a sua contratação para veículos particulares é muito recomendada já que visa cobrir danos e eventuais problemas diretamente relacionados ao veículo. Se você planeja uma viagem com carro alugado, o seguro também é opcional, relativo apenas ao período contratado, e costuma gerar muitas economias também.

Motorhomes

No caso do aluguel de motorhomes, por serem veículos grandes cujos imprevistos mecânicos são mais frequentes, o seguro já vem — ou deveria vir — embutido na contratação. Verifique isso, e também os serviços cobertos, antes de tomar qualquer decisão.

Se você possui seu próprio VR e busca um seguro, esteja ciente de que hoje em dia existem modalidades exclusivas e dedicadas para os trailers, campers e afins.

Para escolher o seguro para seu VR, considere, por exemplo, o território onde será dirigido (nacional ou internacional); ou quem e quantas pessoas dirigirão o veículo. Além disso, antes de fechar o contrato, verifique se o seguro cobre os pertences pessoais, equipamentos de camping e outros itens que considerar importantes.

Outra dica é verificar se o seguro de acidente está incluído no pacote de serviços, e se há disponibilidade de um veículo temporário ou pagamento de despesa com hospedagem enquanto o seu VR está sendo reparado — afinal, essa seria também a sua moradia.

 

  • Seguro Carta Verde

 

Para os viajantes que planejam sair do Brasil sob rodas, além das especificidades sobre o seguro viagem, é crucial se informar também sobre o Seguro Carta Verde.

Trata-se de um seguro internacional obrigatório para quem deseja visitar os países do Mercosul com um veículo terrestre. Ele funciona de maneira similar ao nosso DPVAT, mas visa indenizar ou reembolsar custos com danos causados a outras pessoas nesses países, por veículos estrangeiros. Dessa forma, caso um veículo brasileiro se envolva em um acidente na Argentina, por exemplo, o motorista local vai ser indenizado graças ao Seguro Carta Verde.

Lembre-se sempre de verificar detalhadamente as coberturas e condições gerais de cada seguro. Na maioria dos casos, um corretor de confiança ajudará você a se atentar aos detalhes tão cruciais no momento de acioná-los.

Depois disso, aproveite a estrada e o passeio sem medo de ser feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top